CUOTIDIANO

sábado, novembro 24, 2007

Os meus diálogos com Deus - 1º episódio

A minha primeira experiência com um gravador. Não sexual, claro. Essa já a tive há uns anos atrás. Sobre o som: está baixo, é baixo e tem borbulhas. Ah, é verdade, tenham paciência e não desliguem antes da primeira "muda de voz" (já irão perceber). Caso eventualmente façam esse esforço, assim por assim vão até ao fim (bela rima!). Ou não. Em todo o caso, ouvidos mais sensíveis não deverão ser lavados antes da audição. Boa sorte.

Moi Os meus diálogos com Deus - 1º episódio - Song - MP3 Stream on IMEEM Music

Aviso: Demora um pouco a carregar o ficheiro. Mas é bem feito: não fossem voyeurs da minha primeira experiência!

Etiquetas: ,

4 Commenários:

  • Fui até lá...ouvi e até me registei para poder deixar lá um comentário.
    Primeiro, realmente é difícil ouvir...Gostei da tua voz embora a imaginasse diferente. A voz de Deus ou do autoclismo (acho que nunca escrevi antes esta palavra e nem me lembrava de como se escrevia) é que poderia ser melhorada...
    Gabriela

    By Blogger redonda, at 26 de novembro de 2007 às 13:26  

  • Gostei.

    Beijinho*

    By Blogger Maria P., at 26 de novembro de 2007 às 17:54  

  • Genial!!! mais uma vez.

    By Anonymous AMSA, at 27 de novembro de 2007 às 00:41  

  • Acabei de ouvir os teus “Diálogos”.
    Gostei imenso do texto, é um humor muito Monty Pytons que usas para ridicularizar e minimizar uma faceta tua muito lamechas:).

    Ri-me imenso a imaginar-te sem cabeça, acompanhado dum gay obeso, numa rave no Vaticano:))).
    Acho que a fulana que apresenta o tal programa com o Julio Machado Vaz é a Ana Mesquita, será que ele lhe ensinou os tais truques de língua que o S. Pedro sabe?:)))

    Quanto à tua dicção tenho a comunicar que começa bem mas cansas-te a meio mas acho uma delicia aquele ligeiro salivar que se presente quando és tu e não o Deus autoclismo que fala!

    Bem…despeço-me com um conselho para essa paixão não correspondida…tenta a revista Maria! :)

    By Blogger salexia, at 1 de dezembro de 2007 às 17:25  

Enviar um comentário

<< Home