CUOTIDIANO

segunda-feira, junho 12, 2006

Não há Machado que corte a raíz ao pensamento

Mário Machado, o dirigente da Frente Nacional preso (mas entretanto libertado com "Termo de identidade e residência"), foi o organizador de manifestações recentes em Lisboa contra a criminalidade alegadamente desencadeada por imigrantes.
Curiosamente, esse senhor é (pasme-se!) segurança de profissão e foi condenado em 1997 a uma pena de prisão de quatro anos e 3 meses por envolvimento na morte de Alcino Monteiro - crime ocorrido em 1995, no Bairro Alto e que, além dele, fez condenar mais de uma dezena de "skins".
Mais uma vez curiosamente, o mesmo senhor está actualmente também a ser julgado no Tribunal da Boa-Hora, Lisboa, por extorsão, dois crimes de sequestro (um deles do advogado) e posse ilegal de armas. Ou seja: Assassínio, extorsão, sequestro, posse ilegal de armas... e criminosos são os imigrantes???
PS - Segundo Ricardo Araújo Pereira, dos "Gato Fedorento", "Nós somos pretos. Há muitos anos que estou convencido disto e a única razão pela qual os skinheads portugueses rapam a cabeça é para que não se perceba que têm carapinha"

2 Commenários:

  • Isto é o país do Salve-se Quem Puder, e se não puder, ponha as culpas no preto. Ou no russo, não interessa. Também pode ser no desgraçado do cigano e já agora, no chinês...

    Acho que vou fundar um Partido desses...

    By Blogger A, at 12 de junho de 2006 às 14:27  

  • Ah!!! Restaurador OLEX... Este devia ser o verdadeiro nome do dirigente da Frente Nacional...
    Porque cada deve ter aquilo com que nasceu!

    By Blogger CentiMeters, at 12 de junho de 2006 às 21:59  

Enviar um comentário

<< Home