CUOTIDIANO

segunda-feira, junho 08, 2009

FIM

Já aqui escrevi sobre amores e desamores, sobre Isto, Aquilo e Coisas. Feita uma estatística, constato que já gastei cerca de 27% de todas as palavras do dicionário. O que não é nada mau, tanto mais que sobram muitas ainda intactas - mas a verdade é que já não me apetece brincar com elas. Nem sequer com as já gastas, ainda assim em muito bom estado. Com nenhumas, ponto. E pronto; deixou de me ser possível usá-las – até dizê-las -, escrevê-las. Por mais que me esforce e tente e tente ainda outra vez. Por isso, acabou-se. Pim.

Acabou-se - ao ter-me sido arrancado à alma e ao corpo o que me restava de felicidade ou, no mínimo, o que me permitia continuar a sonhar com ela como um direito básico, fazendo com que tivesse vontade de me levantar, respirar e, consequentemente, escrever. E sentir alguma coisa, o que hoje claramente não consigo, à conta deste limão enorme que teima em espremer-me dentro de mim. Aliás, como terão constatado ultimamente, esta "toca" andava forrada de silêncio, apesar de uns disfarces mal amanhados. Por tudo isto e porque a agonia foi feita para ser vivida só, resolvi confessar-vos que acabou.

Pim!

Etiquetas:

9 Commenários:

  • Fazes mal! Sabia bem vir ler as tuas coisas sempre bem engendradas!

    By Blogger Roderick, at 9 de junho de 2009 às 10:07  

  • Porque não um recomeço?


    Um novo Blog, uma nova página...

    .. a seu tempo, virá, sei que virá.

    Beijos

    By Blogger A, at 9 de junho de 2009 às 12:41  

  • Olá,

    faz de conta que...não é fim.

    By Blogger Conta, at 12 de junho de 2009 às 12:28  

  • Acho que só pode mesmo ser uma piada, esta de evidente mau gosto...

    Um abraço.

    Escreve-me

    glauco1961@gmail.com

    Jorge

    By Blogger Jorge, at 14 de junho de 2009 às 12:01  

  • Fim?! Não...:(

    Beijinho*

    By Blogger Maria P., at 14 de junho de 2009 às 23:00  

  • e que tal se for um intervalo para introspecção/respirar fundo/decidir o que fazer do resto das palavras do dicionário/planear sardinhadas nos santos e mergulhos no verão/alinhavar um plano infalível para ser o melhor amigo do ronaldo/e-outras-coisas-igualmente-interessantes-e-úteis-para-a-continuação-de-vida-no-mundo... e depois logo se vê?

    desde já agradecia um aviso sobre o caminho a seguir, caso este seja público. por curiosidade, óbvio.

    By Blogger rita, at 15 de junho de 2009 às 23:07  

  • Lamento imenso o anunciado fim do blog Cuotidiano, um espaço onde há mais de três anos eu era presença assídua, embora raramente comentasse, como aliás acontece amiúde em muitos outros blogs. Cada autor é livre de um dia abandonar por completo a blogosfera ou, quem sabe, criar outro blog e seguir um estilo de escrita completamente diferente. O Cuotidiano foi para mim um marco no que concerne à aprendizagem do que podem ser a imaginação e o sentido de humor, completamente delirantes, levados às últimas consequências ou às fronteiras do inimaginável – eu seria incapaz de escrever tão bem assim, quer do ponto de vista do processo criativo, quer pelo delírio dos conteúdos; e, talvez por isso mesmo admire bastante estilos e percursos de escrita completamente diferentes do meu. Nunca conheci pessoalmente o autor do blog, pese embora tenhamos trocado alguns galhardetes e dois ou três e-mails nestes últimos anos. Sei que, com toda a probabilidade, ele nunca leria estas palavras, pois nunca frequentou o meu espaço de escrita - por isso lhas vou deixar em comentário - mas não queria deixar de prestar a minha homenagem à criatividade da sua escrita onde o corrosivo, o delírio, o excesso, a lascívia, a graça, a doçura e a arte de bem escrever se mesclavam ecumenicamente como só o seu autor sabia fazer.

    Bem hajas, Cuotidiano. Até um dia, ou até sempre!..

    By Blogger Madrigal, at 17 de junho de 2009 às 23:40  

  • Será possível? Mesmo depois de seres mordido pelo terrível bicho de-ter-um-blog?
    Espero que voltes, aqui ou noutro lado e neste caso, nos digas onde, mas sobretudo que passe a agonia (que também não acho que tenha sido feita para ser vivida só, mas hoje estou muito do contra)
    um beijinho
    Gábi

    By Blogger redonda, at 18 de junho de 2009 às 16:17  

  • Tenho pena! O sentido de humor é genial! Ri-me aqui bastante sozinho!

    By Blogger Maichel, at 18 de junho de 2009 às 20:17  

Enviar um comentário

<< Home