CUOTIDIANO

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Morreu Pinochet



Propostas para epitáfio:

Resultado final:
Assassinados – 4.000 : Torturados – 28.000

Ou

Mais um criminoso que escapa
À justiça, à socapa

4 Commenários:

  • È obra!
    O que não seria se não fosse católico...
    Foi um traidor à sua Pátria e ao povo chileno. Vendeu-se à CIA pelo protagonismo e benesses, esquecendo a decisação do povo ao eleger democraticamente Salvador Allende.

    By Blogger Zé Lérias, at 11 de dezembro de 2006 às 22:07  

  • Caro amigo.

    Não se deve desejar que a morte suceda a alguém, mas sendo a vida o Bem Supremo, aquilo que de mais prestimoso possuimos, será que esse monstro merecia ter vivido tanto tempo, em plena impunidade, protegido pela hipocrisia dos poderosos algozes, seus cumplices?

    Malgrado a minha formação juridíca, defendo, em casos de grande restrição, reduzidissímos, e contra-corrente, a pena capital.

    Estou ciente de que posso ser apelidado de primitivo, dos argumentos vezeiros que pugnam pela tese de que os juizes não podem aplicar a «Lei de Talião», sob pena de se confundirem com a barbárie que visam punir; sei que fomos, entre as nações ditas «civilizadas», os pioneiros na abolição da medida capital, mas, ainda assim, de forma consciente, para casos como o deste monstro, defendo, de forma consciente, maturada, a privação do valor supremo: a vida.

    Gostava de ver os paladinos dos Direitos Humanos no papel de pais, maridos, mulheres,irmãos, de tantas vitimas que pereceram às ordens desse inominável monstro fascista.

    Este Torquemada do século XX, tinha uma prelecção especial: ordenava à Força Aérea Chilena que os seus opositores fossem atirados pela borda fora, de helicópteros em sobrevoo do Atlântico. Os tubarões encarregar-se-iam das provas, dizia ele...

    Abraço,
    El Madrigal

    By Anonymous madrigal, at 12 de dezembro de 2006 às 00:43  

  • PS. Gosto da cara do Zé Lérias e não sabia que Margrit se tinha inspirado nas suas feições para conceber o seu famoso quadro.

    Um abraço para esse blogueiro também!

    El Madrigal

    By Anonymous madrigal, at 12 de dezembro de 2006 às 00:50  

  • E outro (beijo).

    finalmente aprendi a não dar erros ortográficos. agradeço ao amigo J.A. :)

    pior é deixar de vir aqui... nãoconsigo. gosto de ler o que escreves.

    Mais um (beijo)

    By Anonymous Anónimo, at 14 de dezembro de 2006 às 00:40  

Enviar um comentário

<< Home